quarta-feira, 4 de maio de 2011

REFLEXÕES

Por que existimos?
Pra contar histórias.
Mas as histórias sempre existiram?
Mas se o homem não contar histórias ele deixa de existir?
Sem as histórias nossa vida não teria muito sentido.
Então o homem conta histórias pra viver?
Pra tornar a vida imprescindível.

Por que morremos?
Pra dar espaço pro outro viver.
Então morrer é viver?
E se a gente não morresse?
Por que não podemos viver pra sempre?
A vida seria sem graça e nos cansaríamos dela.
Mas não posso me cansar da vida antes de morrer?



O que eu tenho haver com isso?
Não fui eu que sujei o mar, joguei o lixo.
Aquela tartaruga morreu mas não fui eu.
Será?

Somos muitos, somos mais,
Os inteligentes, os maiorais.
Usamos a terra e os animais
Pra satisfazer nossos desejos mais banais.

Comprando, comprando, comprando,
Esquecemos de cuidar,
Do outro, seja gente ou animal,
No fundo é tudo igual.

Afeto, afeta meu gesto,
Sai por aí, viaja, chega lá...
Ação e reação,
Claríssimo, uma criança observa.

Afeto, afeta minha morada,
Esclarece o essencial
Preenche esse vazio frio.
Uma criança espera, espera, espera...

Nenhum comentário:

Postar um comentário